Chuva forte provoca alagamentos na cidade de São Paulo


Devido o grande temporal, os córregos ‘Morro do S’, na região do Campo Limpo, e do Pirajuçara, na região da Zona Oeste de sp, transbordaram perto das 19h.

Diversos carros ficaram submersos na região do Morumbi, zona sul de são Paulo um dos bairros mais prejudicadas pelos alagamentos e onde os bombeiros tiveram de usar botes para resgatar pessoas ilhadas.

A grande chuva que caiu na cidade de São Paulo ocasionou alagamentos e transbordou ao menos dois córregos nesta terça-feira (29).

Isso fez com que toda a capital estivesse em estado de atenção desde o início da tarde, de acordo com o Centro de Gerenciamento de Emergências Climáticas (CGE) da Prefeitura.

Os córregos mais afetados foram ‘Morro do S’, no Campo Limpo, e o do Pirajuçara, na Zona Oeste, estes transbordaram pouco antes das 19h.

O alerta do CGE falando que poderia haver alagamentos naquele local foi emitido às 17h45.

Nesse alerta também se estendeu para toda a capital, incluindo as Marginais Pinheiros e Tietê.

O último boletim do CGE, divulgado às 20h47, manteve em estado de alerta as regiões de Campo Limpo e Butantã.

Já nos bairros do Morumbi, na Zona Sul, várias ruas ficaram alagadas e carros foram encobertos pela água da chuva na região do estádio.

O bairro foi um dos mais prejudicados pela chuva, principalmente na Rua Joaquim Nunes Teixeira, perto da Caldeira Filho, onde o córrego local transbordou.

As avenidas Giovanni Gronchi e João Dias também foram tomadas pela enchente, obrigando os bombeiros a resgatarem motoristas e passageiros ilhados com a ajuda de botes

As águas da chuva invadiram, as dependências do clube social do São Paulo Futebol Clube, que fica no entorno do estádio Cícero Pompeu de Toledo, o Morumbi, alagando o ginásio esportivo e várias de eventos.

Por volta das 19h38, o CGE também emitiu novo alerta de iminência de transbordamento do Rio Pinheiros, nas proximidades da ponte João Dias.

A partir das 21h ainda foram registrados cinco pontos de alagamentos na capital paulista:

  • Avenida Jules Rimet, próximo da avenida Padre Lebret, em ambos os sentidos
  • Avenida Maria Coelho Aguiar, sentido bairro.
  • Avenida Rubem Berta, Moema, próximo a Avenida José Maria Whitaker, em ambos os sentidos.
  • Avenida Roque Petroni Junior, Itaim Bibi, no sentido Marginal/Diadema.
  • Rua Chafic Maluf, Santo Amaro, em ambos os sentidos. Este é o único ponto transitável entre os registrados.

Em casos de alagamentos sempre e orientado

  • Evite transitar em ruas alagadas;
  • Se a chuva causou inundações, não se aventure a enfrentar correntezas;
  • Mantenha-se longe da rede elétrica e não pare debaixo de árvores. Abrigue-se em casas e prédios;
  • Planeje suas viagens, para que haja menor possibilidade de enfrentar engarrafamentos causados por ruas bloqueadas;
  • Em caso de dúvida sobre vias bloqueadas, ligue para a central de atendimento da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) através do número 156 ou entre no site da CET para saber como está o trânsito nas principais vias" }
    Segundo informações a cidade de são Paulo esta passando por uma inundação terrível devido as chuvas em sp e aos córregos próximos estarem cheios de agua.

    Devido o grande temporal, os córregos ‘Morro do S’, na região do  Campo Limpo, e do Pirajuçara, na região da  Zona Oeste de sp, transbordaram perto das 19h.

    Diversos carros ficaram submersos na região do Morumbi, zona sul de são Paulo um dos bairros mais prejudicadas pelos alagamentos e onde os bombeiros tiveram de usar botes para resgatar pessoas ilhadas.

    A  grande chuva que caiu na cidade de São Paulo ocasionou  alagamentos e transbordou ao menos dois córregos nesta terça-feira (29).

    Isso fez com que toda a capital estivesse em estado de atenção desde o início da tarde, de acordo com o Centro de Gerenciamento de Emergências Climáticas (CGE) da Prefeitura.

    Os córregos mais afetados foram ‘Morro do S’, no Campo Limpo, e o do Pirajuçara, na Zona Oeste, estes transbordaram pouco antes das 19h.

     O alerta do CGE falando que poderia haver alagamentos naquele local  foi emitido às 17h45.

    Nesse alerta também se estendeu para toda a capital, incluindo as Marginais Pinheiros e Tietê.

    O último boletim do CGE, divulgado às 20h47, manteve em estado de alerta as regiões de Campo Limpo e Butantã.

    Já nos  bairros do Morumbi, na Zona Sul, várias ruas ficaram alagadas e carros foram encobertos pela água da chuva na região do estádio.

    O bairro foi um dos mais prejudicados pela chuva, principalmente na Rua Joaquim Nunes Teixeira, perto da Caldeira Filho, onde o córrego local transbordou.

    As avenidas Giovanni Gronchi e João Dias também foram tomadas pela enchente, obrigando os bombeiros a resgatarem motoristas e passageiros ilhados com a ajuda de botes

    As águas da chuva invadiram, as dependências do clube social do São Paulo Futebol Clube, que fica no entorno do estádio Cícero Pompeu de Toledo, o Morumbi, alagando o ginásio esportivo e várias de eventos.

    Por volta das 19h38, o CGE também emitiu novo alerta de iminência de transbordamento do Rio Pinheiros, nas proximidades da ponte João Dias.

    A partir das 21h ainda foram registrados cinco pontos de alagamentos na capital paulista:

    • Avenida Jules Rimet, próximo da avenida Padre Lebret, em ambos os sentidos
    • Avenida Maria Coelho Aguiar, sentido bairro.
    • Avenida Rubem Berta, Moema, próximo a Avenida José Maria Whitaker, em ambos os sentidos.
    • Avenida Roque Petroni Junior, Itaim Bibi, no sentido Marginal/Diadema.
    • Rua Chafic Maluf, Santo Amaro, em ambos os sentidos. Este é o único ponto transitável entre os registrados.

    Em casos de alagamentos sempre e orientado

    • Evite transitar em ruas alagadas;
    • Se a chuva causou inundações, não se aventure a enfrentar correntezas;
    • Mantenha-se longe da rede elétrica e não pare debaixo de árvores. Abrigue-se em casas e prédios;
    • Planeje suas viagens, para que haja menor possibilidade de enfrentar engarrafamentos causados por ruas bloqueadas;
    • Em caso de dúvida sobre vias bloqueadas, ligue para a central de atendimento da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) através do número 156 ou entre no site da CET para saber como está o trânsito nas principais vias.