in

Três dias antes de falecer, Tom Veiga enviou áudio a amigo pedindo por ajuda: ‘não pretendo morrer esta semana’

Tom Veiga veio a falecer no ano passado, em novembro,  em decorrência de um Acidente Vascular Cerebral, como foi divulgado na ocasião. No entanto, o caso em relação a morte do intérprete de Louro José nesta semana contou com um novo desdobramento. De acordo com o que foi divulgado pelo jornal Extra, o ator havia se separado recentemente de Cybelle Hermínio, e os dois tratavam legalmente do divórcio no momento de sua morte.

PUBLICIDADE

No entanto, Tom acabou morrendo antes de conseguir de fato se separar de forma legal da ex-mulher. Em seu testamento, ele deixou metade de seus bens para a ex, e a outra metade para ser dividida entre os seus 4 filhos. Mas, agora uma reviravolta no caso veio a tona devido a uma situação relacionado com o documento em questão.

Um amigo do ator, divulgou áudios que foram enviados por Tom três dias antes de sua morte. Nas gravações em questão, o ator pedia ajuda para que seu amigo fosse testemunha em um cartório. Ainda na troca de mensagens, Tom deixou claro que queria conseguir anular o testamento que estava deixando os seus bens para Cybelle.

Diante disso, o ator explicou ao amigo que estava muito ocupado na semana em questão, mas que ao voltar para o Rio de Janeiro queria a ajuda do amigo para que ele pudesse anular o testamento em questão, que deixava os seus bens para ex-mulher, algo que ele não desejava mais fazer. Na gravação, o ator comentou com o amigo que era para ele ficar sossegado, que ele não pretendia morrer na semana em questão, em tom de brincadeira.

PUBLICIDADE

No entanto, a fala ocorreu três dias antes da morte do ator. Alessandra Veiga, que foi casada com o ator por 15 anos, chegou a declarar que os dois estavam tentando reatar o relacionamento na ocasião em que o intérprete de Louro José acabou morrendo. Ela e seus filhos agora brigam na Justiça para se tornarem inventariantes do testamento do ator.

 

PUBLICIDADE

Pouco antes de sua morte, Tom Veiga havia feito relato à empregada sobre ex-mulher: ‘ela tentou me matar’

Após chorar sangue adolescente de 12 anos busca ajuda para conseguir um diagnóstico