in

“Desculpe o papai por não ter feito mais, lutado mais e protegido você meu filho”; diz pai de Henry Borel

O pai do pequeno Henry o engenheiro Leniel de Almeida postou nesta última quarta-feira (7) falando sobre a morte do filho que já completava um mês e na mensagem publicada nas redes sociais.

PUBLICIDADE

O Pai pede desculpas por não ter conseguido ter dado a segurança necessária para o filho que falava que não queria voltar para casa da mãe e reclamava de algumas atitudes do padrasto.

Já faz um mês da morte de Henry, as investigações ainda estão em andamento e o pai lembra de toda essa luta para descobrir o que realmente aconteceu com filho.

Disse que não irá esquecer aquele final de semana que os dois passaram juntos, ele deu o último abraço e deixou o filho na casa da mãe cheio de vida cheio de Inocência e sonhos.

PUBLICIDADE

O pai pede desculpas por não ter lutado mais e por não ter protegido o filho não ter percebido o que estava acontecendo, mas ele confia em Deus para que a justiça seja feita.
Citou Salmo 37 que diz que “Deus irá sobressair a tua justiça como a luz e o juízo como o meio-dia”, o menino morreu no dia 8 de março ele foi socorrido e levado para o hospital sem respirar.

O laudo do Instituto Médico Legal relatou que os ferimentos causados no corpo do garoto foram feitos por uma ação violenta.

PUBLICIDADE

Monique mãe de Henry e o padrasto Dr. Jairinho estão sendo investigados pela polícia, o casal diz que a criança caiu da cama e tudo foi um acidente.

Após a reprodução foi feita na residência do casal a perícia não aceita essa tese de que a criança tenha morrido ao cair da cama, havia múltiplas lesões no corpo e até dilaceração do fígado, nesta quinta-feira (8) o vereador Jairinho e Monique foram presos.

 

Marido de Paulo Gustavo afirma que o ator recebeu transfusão de sangue

Urgente: Polícia recupera mensagens do celular de Monique mãe de Henry, babá narra em tempo real a tortura do menino por Dr. Jairinho