in

Advogado aparece tomando banho durante videoconferência ordinária do TJDFT

Durante pandemia da covid-19 muitas reuniões estão acontecendo online e muitas têm sido as gafes principalmente na área política em que muitos ou esquecem ou não sabem mexer com o aparelho corretamente e mantém a câmera ligada e são pegos em flagrante diante de situações constrangedoras.

PUBLICIDADE

A 9ª sessão ordinária da 1ª turma criminal do Tribunal de Justiça do Distrito Federal contou com uma cena muito estranha na última quinta-feira (8).

O Desembargador J.J Costa Carvalho manteve a câmera ligada do computador enquanto estava tomando banho e a reunião ainda acontecia.

Os outros magistrados que estavam com a webcam ligada ficaram extasiados com que estava acontecendo, o diretor Luiz Carlos da Silveira e o Desembargador Humberto Adjuto que presenciaram a cena retiraram o homem da sala.

PUBLICIDADE

No mesmo instante o Doutor Luiz chegou a dizer que havia um homem nu no painel e que fosse retirada essa cena.
Reclamou que ele estava passeando nu em frente a filmagem, disse Humberto indignado com aquela situação e afirmou que os advogados deveriam apenas entrar na sala quando tivessem que falar alguma coisa importante e não deveriam manter a câmera ligada passeando por aí principalmente nu.

O procurador do TJDFT afirmou que as vídeos conferência estão sendo realizadas devido a pandemia mas é necessário formalidade, ética para que as audiências possam ser feitas de maneira correta.

PUBLICIDADE

No entanto cabe a cada um, advogado, juiz ou promotor agir com formalidade diante deste ato solene.

 

Dr. Jairinho suspeito de matar Henry de 4 anos leva tapa ao deixar delegacia sob gritos de “assassino”

Laudo cadavérico de Evelyne Ogawa confirma que a apresentadora de TV foi morta por enforcamento ou asfixia