in

Última mensagem de educadora vítima da covid-19 em grupo de WhatsApp: “Orem, orem, orem por mim não quero morrer”

Muitas são as vítimas da covid-19 na Rede de Educação em Goiás, a professora Jenny Teixeira Guimarães de 33 anos é a vítima número 100 do coronavirus.

PUBLICIDADE

Enquanto estava internada no hospital em tratamento contra a doença ela conversou com vários amigos por meio de um grupo de WhatsApp hora antes de ser entubada.

Ela disse que não queria morrer pediu para que todos orassem por ela, a mensagem foi publicada na última segunda-feira (5).

Jenny faleceu na última quarta-feira (7) em Goiânia depois de complicação no quadro e evolução da doença, Jenny morreu 3 dias após a morte do pai que também testou positivo para covid-19, quando ele faleceu a filha estava internada em tratamento contra a covid-19.

PUBLICIDADE

A mensagem enviada por Jenny no grupo dos amigos foi acompanhada de uma foto mostrando ela deitada na cama respirando com ajuda de oxigênio, estava com baixa saturação e dizia que não queria morrer e pediu a todos para que orassem a seu favor pois estava muito mal.
Os amigos enviaram mensagens tentando tranquilizar a jovem, disseram que tudo ia dar certo tudo ia ficar bem que todos estavam orando por ela e que ela.

Posteriormente ela voltou a escrever no grupo dizendo que havia dormido mal não tinha conseguido dormir direito, estava internada mas não tinha sentido melhora, contou para os amigos que não estava conseguindo ir ao banheiro pois precisava tirar o oxigênio e quando tirava não respirava.

PUBLICIDADE

Essa foi a última mensagem feita pela professora aos amigos do WhatsApp, após ter enviado a mensagem ela foi intubada na unidade de terapia intensiva do Hospital Monte Sinai e após 48 Horas não resistiu e faleceu.

 

Laudo cadavérico de Evelyne Ogawa confirma que a apresentadora de TV foi morta por enforcamento ou asfixia

Bilionário de 83 anos é encontrado morto a facadas em sua mansão de mais de 15 milhões