in

Ambulante de 46 anos sem máscara recusa obedecer Guardas Municipais e pergunta se estariam “prontos para uma briga”

Uma confusão envolvendo um ambulante de 46 anos e policiais civis na praia grande ganhou repercussão nas redes sociais.

PUBLICIDADE

No vídeo é possível ver o ambulante que estava sem máscara invadindo uma praia e desobedecendo os guardas municipais ele chegou a chamar os guardas para uma briga.

O homem estava alegando que estava sendo perseguido pela guarda municipal, a confusão aconteceu no último sábado (10) na Avenida Presidente Castelo Branco.

Os guardas civis estavam realizando um patrulhamento na orla da praia e o ambulante João Maria Negreiros chegou a ultrapassar a barreira estava sem máscara e no momento que foi abordado pelos guardas municipais recusou as orientações e não queria sair do local.

PUBLICIDADE

Houve uma discussão entre eles e o ambulante que estava muito nervoso chamou os guardas para a briga, a Polícia Militar foi acionada para tirar o homem que estava muito nervoso.
Após algum tempo o ambulante grita com os guardas diz que não vai esquecer a cara deles, começa a fazer alguns exercícios físicos chega a dar tapa no próprio rosto e pede os pedestres para filmar o que está acontecendo.

O ambulante disse que ia ser um grande show e que ele só iria parar se atirassem nele, disse que quanto mais chegasse era melhor e eles não tinham noção nada poderia o parar.

PUBLICIDADE

O ambulante João relatou que trabalha com ambulância há mais 17 anos e que os guardas simplesmente estavam aproveitando a pandemia para persegui-lo pois isso aconteceu outras vezes e que estava usando máscara no momento da abordagem, como não tinha nada a perder acabou tirando.

Disse que se os policiais tivessem abordado ele de outra forma tudo tinha sido diferente, mas eles abusam da autoridade.

 

Reconstituição aponta 23 lesões encontradas no corpo de Henry: “Perita acredita que o menino apanhava toda vez que acordava”

BBB21: Quem deve ser o próximo eliminado?