in

Caso Henry: Depoimento da babá revela que avó materna sabia das agressões

Ainda na última terça-feira (12), a babá de Henry Bore, Thayná de Oliveira, voltou a ser interrogada pelas autoridades responsáveis pela investigação do crime. Assim, novos desdobramentos importantes acerca da morte do menino foram revelados durante o interrogatório, que chegou a durar sete horas e aconteceu no Rio de Janeiro.

PUBLICIDADE

De encontro ao que foi destacado, é possível afirmar que durante o seu novo depoimento a babá revelou que havia mentido em um primeiro momento e que foi coagida por Monique Medeiros, a mãe de Henry, a ocultar da polícia a verdade sobre as agressões que o menino sofria do seu padrasto, o vereador Dr. Jairinho.

Ainda durante a sua fala, Thayná de Oliveira revelou que existia uma rotina de violência contra a criança e destacou que chegou  contar a respeito disso para Rosângela Medeiros da Costa e Silva, a avó materna de Henry. De acordo com o depoimento de Thayná, Rosângela teria ficado muito assustada com tudo o que ouviu sobre isso.

Se mostra válido destacar que a babá chegou a contar a verdade para Rosângela quando ela acompanhou Monique em uma sessão com uma psicóloga e Thayná acabou ficando na casa da avó de Henry, localizada em Bangu. Então, ela foi questionada sobre o que realmente havia acontecido com o menino e sobre a veracidade do que a criança estava falando.

PUBLICIDADE

Segundo Thayná, nessa ocasião Henry estava manando e tinha manchas roxas pelo corpo, o que afastava a versão dos fatos relatada por Monique.

 

PUBLICIDADE

Caso Henry: Depoimento da babá revela como aconteceram as agressões a Henry

Caso Henry: Depoimento da babá revela que Monique levou três horas para chegar em casa após saber das agressões