in

Empregada admite que viu Henry mancando e com ‘cara de apavorado’, que Monique dava remédio para ansiedade ao menino

Leila Rosângela de Souza empregada de Munique Medeiros e Jairinho confirmou em depoimento que Jairinho se trancou no quarto com Henry por 10 minutos no mês de fevereiro e quando o menino saiu estava mancando.

PUBLICIDADE

Era possível ver no rosto da criança que estava apavorado, o mesmo depoimento foi dado pela babá Tainá na delegacia.

Rosângela prestou depoimento na quarta-feira (14), no primeiro depoimento ela contou que era comum os dois ficarem sozinhos no mesmo quarto, a polícia questionou porque ela não contou esses fatos na primeira audiência, ela disse que não se lembrava do que havia acontecido, mas negou que toma algum remédio controlado ou tenha problema de memória.

A empregada conta que Monique e Jairinho tomavam remédios e a mãe dava para Henry três vezes por dia para que não ficassem ansioso, além de bebidas calmantes como xarope de maracujá.

PUBLICIDADE

Leila conta que nesse dia eles entraram no quarto, não ouviu nenhum barulho, ela também ficava a maior parte do tempo na cozinha, Leila apenas percebeu que a porta do quarto estava trancada quando ela foi no closet.
Quando Henry saiu ela escutou Tainá perguntando o que havia acontecido, mas a criança não respondeu nada e mancava.

A babá perguntou porque estava mancando, Henry disse que caiu da cama e bateu o joelho, ele também disse para babá não pentear o cabelo pois a cabeça estava doendo, disse também Henry chorava quase todo tempo, vomitava e ninguém sabia o porquê desses vômitos.

PUBLICIDADE

 

Câmera de segurança flagra o momento de acidente com explosão na Rodovia PR-423; vídeo assustador

Motorista acelera veículo com mulher se equilibrando no capô do carro: Polícia investiga