in

Médico após 35 anos reencontra professora da pré-escola em ala de covid-19 e ajuda a salvá-la; história emocionante

O médico Flávio Borsetti de 41 anos conta que já faz mais de 30 anos que concluiu a pré-escola em uma cidade no interior de São Paulo e acabou encontrando a sua professora do pré-escola.

PUBLICIDADE

Elza Bussola de 73 anos estava em tratamento contra covid-19 no hospital onde ele trabalha, o médico conta que existem muitas coisas que marcam a vida das pessoas e essa professora marcou a sua infância.

Foi uma professora do prezinho, era a tia Elzinha e tinha muito carinho por ela e acabou reencontrando em uma situação diferente no meio da pandemia quando estava tratando contra a covid-19.

Flávio disse que ele estudava na escola estadual José Inácio da Costa no centro de Matão, foi em 1986, após isso a vida tomou muitos rumos ele se tornou médico em 2006, Flávio gostava muito da professora e sempre quis dar um presente para ela.

PUBLICIDADE

Pediu até para mãe comprar uma joia, nunca conseguiu comprar para poder presentear a professora, passado muito tempo os dois ficaram frente a frente e sente feliz por poder ajudar a professora que está internada em estado grave no hospital de Matão.
Flávio conta que considera esse momento muito mais feliz do que dar uma joia, poder ajudar e esforçar para salvar a vida da professora, a vida é o maior tesouro que temos, disse Flávio.

Tia Elzinha chegou a publicar nas redes sociais dizendo que ele havia dado para ela um porta joias no prezinho, 35 anos depois Deus e Flávio a deram oportunidade de continuar vivendo, “Obrigada Doutor Flávio meu querido aluno” agradeceu tia Elzinha.

PUBLICIDADE

 

Homem suspeito de matar a esposa com golpes de marreta é preso no interior de Minas Gerais

Patrícia Abravanel não consegue conter as lágrimas ao falar sobre Silvio Santos durante programa ao vivo