in

DNA de Lázaro Barbosa é coletado para ajudar em investigações de outros crimes que ainda estão em aberto

Segundo as autoridades de Goiás o DNA de Lázaro Barbosa foi recolhido para ajudar em investigações de outros crimes.

PUBLICIDADE

Lázaro foi morto na última segunda-feira (28) em um confronto com a polícia, Lázaro é suspeito de matar uma família em Ceilândia.

As buscas duraram mais de 20 dias na mata e segundo a perita criminal é possível incluir amostras genéticas de uma pessoa em alguns crimes, tanto de sequestro, abuso, homicídios e desvendar o que aconteceu.

As amostras coletadas são inseridas nos vestígios colocados nos corpos das vítimas e com isso tem muito mais facilidade para desvendar os crimes, em casos de cadáveres também é possível.

PUBLICIDADE

Se a polícia suspeita que o crime violento e o DNA for encontrado naquele corpo, naquele Cadáver certamente pode ser associada ao crime devido ao vestígio biológico.
Após realizada a perícia o corpo foi liberado mas nenhum familiar procurou no Instituto Médico Legal para fazer o sepultamento.

A secretaria informou que as condenações eram muitas e existem ainda outras sem solução, em alguns casos suspeitam que ele seja autor do diversos outros crimes, alguns crimes que já são conhecidos no Distrito Federal, na Bahia, como tentativas de sequestro, assassinatos em aberto que Lázaro Barbosa poderia estar envolvido.

PUBLICIDADE

A secretaria de segurança informou que Lázaro foi atingido por 38 disparos, segundo os policiais houve conflito, os policiais estavam com pistolas calibre 9mm e fuzil 556.

Os policiais disseram que Lázaro disparou uma pistola contra eles e eles não tiveram outra alternativa a não ser revidar.

 

Parlamentares acusam o presidente de prevaricação sem ao menos ter comprado a vacina Cavaxin: “O que está por trás disso?”

Jornalista tenta tirar a própria vida após atirar contra a sua namorada