in

Milionária é presa suspeita de encomendar morte de companheiro: “Contrato era de R$200 mil para cometer crime”

Segundo informações do Departamento Estadual de homicídios e de proteção à pessoa, uma mulher milionária é suspeita de mandar matar o marido e pagar 200 mil para sua execução.

PUBLICIDADE

Duas pessoas foram presas um homem e uma mulher pela morte do homem de 42 anos, a suspeita esposa da vítima identificado como Vitor Lúcio Jacinto teve a morte encomendada por Anne Cipriano Frigo.

Um funcionário Chamado Carlos Ribeiro teria cometido o crime, o casal havia se conhecido por meio do aplicativo estava junto há quatro anos moravam em um apartamento de luxo avaliado em mais de 20 milhões no bairro na zona sul da capital paulista.

Vitor era dono de seguradora e segundo informações a mulher havia descoberto um relacionamento extra conjugal, havia traído e por esse por motivo encomendou a morte de Carlos e pagou r$ 200 mil para sua execução.

PUBLICIDADE

O corpo do empresário foi encontrado no dia 18 de junho na sua empresa, estava carbonizado a tentativa do assassino era dificultar a identificação, a morte foi devido a um tiro o coração logo em seguida tocou fogo no corpo.
Anne registrou uma ocorrência de desaparecimento na Polícia Civil, mas após as investigações a polícia desconfiou do que estava acontecendo, encontraram o estojo de arma que foi usado e o funcionário foi preso.

Na delegacia ele confessou deu detalhes do crime e confessou que iria receber r$ 200 mil para matar o marido da sua patroa, Anne até o momento não se manifestou não fala nada, não confirma que tenha mandado matar o companheiro, vários advogados estão defendendo a milionária.

PUBLICIDADE

 

Pedido de impeachment do presidente seria ato de desespero por parte de atores e políticos?

Vídeo mostra mulher engatinhando e pedindo socorro após ser baleada por jornalista no MT