in

Superpedido não dura dois dias: “Decisão tão importante não se faz em cima de depoimento; não há materialidade e disposição política para impeachment”, diz Lira

Arthur Lira presidente da Câmara dos Deputados afirmou na última quinta-feira (1) que não considera condição de um impeachment do presidente Jair Bolsonaro, diz que não há provas para dar início a um processo como esse.

PUBLICIDADE

Não há material para seguir com o andamento do seu afastamento, um processo como esse não pode continuar em cima apenas de depoimento, precisa de provas concretas.

Segundo a declaração de Lira os depoimentos da CPI da covid denunciando supostos esquemas de corrupção da vacina não é o suficiente para seguir em frente com o impeachment, pois as suas declarações são infundadas.

As palavras do presidente foram não ao impeachment apenas uma discussão não pode estar em cima de uma decisão tão importante, onde não há nenhum material, nenhuma prova concreta contra o presidente.

PUBLICIDADE

A câmara irá dar andamento ao pedido de impeachment contra o Presidente da República, mas os pedidos já foram protocolados o mais recente foi na última quarta-feira envolvendo entidades, associações, mas tudo sem nenhuma prova para o impeachment e isso não é o bastante.
Não se pode realizar em cima de depoimento, essa grande confusão de um depoimento de outro de repente a situação se reverte.

A CPI será instaurada seguirá o seu fluxo, se tiver o número de assinaturas será prorrogada e seguirá o curso mas tudo agora vai para a mão do presidente da Câmara, mas é impossível ter um impeachment apenas com depoimentos.

PUBLICIDADE

 

Bolsonaro é imbrochável e imorrível, permanece firme diante de ataques

Governador Eduardo Leite fala sobre sua orientação sexual: “Sou gay e tenho muito orgulho”