in

Paciente supera 2 meses ligado a pulmão artificial e tem alta após 99 dias internado por Covid-19.

Após receber alta hospitalar do Hospital em Campinas, estado de São Paulo, nesta manhã do dia 8, o paciente de 53 anos de idade é mais um que venceu a luta contra o novo Coronavírus. Entrando, sua luta foi uma das mais demoradas. Exatos 90 dias internado, sendo que em 60 deles estava ligado a um pulmão artificial para que o seu pudesse se recuperar. O tratamento citado em questão é a ECMO, que também foi usado pelo humorista Paulo Gustavo mas que infelizmente não resistiu.

PUBLICIDADE

A mulher do paciente relatou que ao tomar conhecimento de tudo que havia ocorrido no período em que estava dormindo, ficou assustado. O paciente é executivo da área de TI, mas nem ele e nem sua esposa quiseram que suas identidades fossem reveladas.

Ele testou positivo para o vírus no mês de março deste ano, após sentir sintomas de gripe muito fortes e dores nas costas, entretanto ele só veio ser internado após apresentar falta de ar e acabou que seu quadro clínico se agravou muito rápido.

Segundo informações dadas pelo cirurgião cardíaco Gustavo Calado Ribeiro, que está responsável pela equipe de ECMO do Vera Cruz Hospital, o comprometimento do pulmão do paciente chegou a ficar em 90% devido ao vírus. O homem não respondia aos tratamentos convencionais e existia um risco dele vir a falecer, então a única opção foi ligá-lo ao pulmão artificial, durante toda a pandemia ele foi o único a receber este tratamento.

PUBLICIDADE

O médico deu explicações sobre o tratamento a mulher do paciente. A mulher contou que aceitou o tratamento pois ficou sabendo que o humorista Paulo Gustavo também fazia o mesmo tratamento.

Remover o paciente do tratamento após ter passado bastante foi uma grande vitória para toda a equipe que contava com ajuda de 20 profissionais, médicos, técnicos, enfermeiros dentre outros que também ajudaram.

PUBLICIDADE

Ao se vacinar, comerciante chora e carrega fotos de mãe e irmãos que morreram de Covid: “família destruída”.

Mesmo do hospital em Roma Papa Francisco celebrou a missa Ângelus dominical e fieis se emocionam