in

Professor de Muay Thay é preso por importunação sexual e assédio contra várias alunas da academia

Edson Souza professor de Muay Thai foi indiciado por importunação sexual contra várias alunas da sua academia.

PUBLICIDADE

Segundo informações da 5ª DP os alunos sofreram as importunações nos anos de 2015 a 2018 o advogado que defende Edson nega todas as acusações e afirma que Edson recebeu a notícia com a indignação.

Segundo as investigações da Polícia Civil, Edson estava com duas adolescentes a qual acusam ele de importunação, eles passavam pela região central do Rio de Janeiro e o lutador que fundou o Centro de Treinamento tocava nas jovens, durante uma sessão de massagem chegou a esfregar o órgão genital no corpo delas e falava sobre coisas eróticas.

PUBLICIDADE

Chegou até fazer propostas sexuais para as adolescentes como filmagens e fotos, a identificação apurou que ele sempre agia assediando as alunas importunando e constrangendo, falando sobre diversos assuntos.

Uma das vítimas chegou a levar essa informação na delegacia na época a adolescente estava completando 18 anos e a partir desse momento que teve maturidade para entender toda a situação procurou a polícia.
Fernanda Santos, foi aluna de Edson dos 12 aos 15 anos e conta que diversas vezes ele tocou nos seus seios e na sua genitália.

PUBLICIDADE

Yasmin Veiga frequentou a academia de 2015/2017 e conta que na época tinha apenas 16 anos e também afirma que ele tocou no seu corpo.

Clara Aguiar que frequentou em 2015 tinha 17 anos falou que Edson chegou a enviar mensagens no WhatsApp falando e propondo vários encontros, a intenção das vítimas é fazer com que Edson pague e que outras jovens não passem pelo que elas passaram.

 

Mãe espanca e ameaça filhos com uma faca próxima ao rosto: “Ele vem ou o filho dele vai morrer”

Deputada Federal Joice acorda sem lembrança em uma poça de sangue: “Acredito que sofri um atentado”