in

Caso do escoteiro desaparecido há 36 anos: “Polícia faz escavações nas proximidades onde adolescente sumiu e há quem diga que ele está vivo”, fique bem informado

A polícia civil está iniciando uma escavação à procura do corpo de Marco Aurélio Simon o escoteiro que estava desaparecido desde 1985 quando participava de uma trilha no Pico dos Marins.

PUBLICIDADE

As buscas foram realizadas na manhã desta quinta-feira (29) o caso estava desativado a mais de 30 anos, após surgirem novos indícios a investigação teve início e a primeira delas foi a procura do corpo em uma casa na zona rural.

Equipes de seis peritos foram mobilizados para a região além de cães farejadores e médicos legistas, também estão presentes para averiguar se realmente o caso pode tomar início.

A polícia tenta descobrir se realmente ao encontrar algo na casa após as escavações e se tem ligação com o menino desaparecido.

PUBLICIDADE

O caso é muito complexo a área é uma área aberta estão estudando todos os trechos e o delegado responsável pelo caso Fábio Cabete diz que se encontrarem o corpo do garoto então poderão continuar investigando para saber o que realmente aconteceu com ele.
Após perícia realizada detectaram o mancha sobre o chão da casa e o local será escavado, eles acreditam que a profundidade seja de 2 m outra possibilidade que a policial também acredita que o Marco Aurélio possa estar vivo e seja um morador de rua.

A família com ajuda da polícia realizaram uma imagem do escoteiro envelhecido após a linha de investigação, penitenciárias da cidade também serão averiguadas.

PUBLICIDADE

 

Influencer do OnlyFans com duas vaginas e dois úteros dá a luz a bebê saudável: “Uso a vagina esquerda com os clientes e a direita com os afetivos”

Mulher de 64 anos é presa em flagrante após chamar pai e filho de ‘negada do inferno, vai pro raio que o parta’ e chutar PM