in

Caso bárbaro: Homem é preso suspeito de participar de abuso coletivo, matar e colocar fogo nas partes íntimas da adolescente

Na última quinta-feira a polícia civil prendeu um homem suspeito de matar uma adolescente de 16 anos em Aparecida de Goiânia.

PUBLICIDADE

Segundo a polícia a menina foi encontrada com as partes íntimas queimadas, duas pessoas chegaram a ser presas e a polícia suspeita que a garota tenha sido vítima de um abuso coletivo.

O nome dos acusados não foi divulgado a polícia segue investigando o caso, o crime aconteceu no mês de abril.

PUBLICIDADE

Giovana Kelly tinha saído de casa para participar de uma festa na casa do suspeito, o delegado Hudson afirmou que a menina tinha um relacionamento com dois dos presos, na festa tinha droga e bebida alcoólica e ele acredita que nesse momento houve o abuso coletivo.

Por isso acabaram matando a menina para esconder o crime, eles levaram o corpo até a Serra das Areias para se livrar do corpo, dois suspeitos usavam tornozeleira eletrônica.
A polícia informou que a adolescente teve as partes íntimas queimadas e provavelmente os criminosos fizeram isso para tentar esconder o abuso, mas com o uso de ferramentas de inteligência da policial foi possível chegar os suspeitos.

PUBLICIDADE

Eles não confessaram o crime e apresentaram versões diferentes, o primeiro suspeito foi preso em junho, o segundo em julho e o terceiro agora em agosto, os três irão responder por ocultação de cadáver e feminicidio, após a conclusão dos laudos serão acusados por violência sexual caso seja comprovado.

 

Frio e calculista: Ex-vereador é indiciado por matar e enterrar corpo da amante na frente da casa da família, o buraco foi cavado três dias antes

Motoqueiro tarado: Câmera de segurança mostra motoboy de 23 anos apalpando partes íntimas de mulheres que passavam pela rua