in

Padrasto chora ao receber os papéis de adoção do filho após 3 anos de espera

Pai de verdade não é aquele que doa seu DNA, o verdadeiro cuida, ensina e participa da conquista da criança dia após dia, o mais importante é a ajuda emocional isso sim, supera o auxílio financeiro que para o genitor normalmente é o que define “ser pai”.

PUBLICIDADE

Armando Garza se relaciona com Melissa a alguns anos e quando a conheceu já era mãe de um bebê com apenas 10 meses de nascido, e além de se apaixonar pela mãe tomou como missão ser o pai que Ayden precisava.

A criança com o passar do tempo aprendeu a chama-lo de pai e após se casar com Melissa Armando achou estar na hora de reconhecer o filho, em 2018 deu entrada nos papéis para ser pai do garoto e após três anos os documentos foram entregues.

PUBLICIDADE

Melissa conta que acharam a espera muito longa e parecia não ter fim, ainda completou dizendo ser um sonho para os três inclusive para ela sabendo do amor que os tinham um pelo outro.

PUBLICIDADE

Na véspera de natal de 2020 a família preparou uma surpresa para o papai e decidiram dar de presente o documento que comprovava a paternidade de Ayden. Nas fotos pode-se notar a alegria do pai e da criança por ter seu sonho realizado.

 

Em uma carta o menino ainda disse ao pai que ele não o deu a vida, mas fez muito mais que isso estando sempre ao seu lado, e agora esse vínculo seria eterno.

Pai mãe e três crianças menores de 5 anos desaparecem na favela de Rio das Pedras: “Estamos muito aflitos, todos sumiram”

Deputada Flodelis tem mandato cassado pela Câmara e pode ser presa