in

Fieis acusam falso pastor de roubo, estupro e cárcere privado: “Ele ganhava nossa confiança e entrava em nossas casas”

Homem se passava como pastor Itinerante para poder roubar os fiéis, o pastor está sendo investigado além do estelionato por outros crimes como estupro e cárcere privado.

PUBLICIDADE

Alailson Amorim de 41 anos fez diversas vítimas em todo país, em Mato Grosso do Sul, Sergipe Maranhão, São Paulo.

A Polícia Civil do Ceará está investigando o caso, no último fim de semana após ele postar uma foto no shopping, Alailson planejava se mudar para Portugal mas a polícia sergipana conseguiu fazer a prisão do criminoso e evitar a sua fuga.

PUBLICIDADE

Duas mulheres vítimas do falso pastor estavam acompanhando nas redes sociais todas as suas postagens, elas viram o momento em que ele postou uma foto dentro de um shopping nesse mesmo instante elas ligaram para a polícia.

A corporação da polícia militar do Distrito Federal conseguiu agir de forma rápida e prender o suspeito.
Segundo o delegado responsável pelo caso a investigação contra Alailson começou no mês de fevereiro deste ano, após um homem denunciar um golpe ele perdeu mais de 18 mil para esse falso pastor.

PUBLICIDADE

Os policiais descobriram que Alailson se passava de pastor itinerante e acabava ganhando a confiança das pessoas, com isso praticava o golpe, por ser carismático falar bem ele era recebido na casa de pastores e lá dentro cometia os crimes, levava relógios, notebooks e dinheiro da casa.

O delegado informou que o falso Pastor se aproximava dos fiéis da Igreja e acabava se apossando de cartões de banco fazia saques e roubava as residências, há acusações também de abuso e de cárcere privado.

 

Blogueira que levava vida de luxo acuada de tráfico de drogas é presa, afirma que tinha renda de15mil mensais

Menina de 13 anos escreve carta falando sobre suicídio por conta de abusos do tio que mora nos fundos