in

Homem morre na sala de espera de hospital “sem médicos e pacientes no corredor”

Um homem acabou falecendo em um grande hospital do RJ, ele foi para emergência do Hospital Rocha Faria, mas não resistiu a espera e segundo os pacientes acabou falecendo ali mesmo na sala onde aguardava atendimento.

PUBLICIDADE

As pessoas que estavam ali aguardando contam que a noite não tinha medico, além de ter doentes no corredor em macas e atrapalhando as portas de passagem do hospital, nessa manhã mais de 80 pessoas estavam esperando por exames e vaga hospitalar.

A Secretaria de Saúde disse que o senhor que chegou passando mal estava com dor no peito que infelizmente evoluiu para um mal súbito, tentaram reanimar, mas era tarde de mais ele não respondeu mais.

O responsável disse que estão reforçando a equipe para uma alta demanda, mas a que ocorreu na última noite foi fora do programado, tinha muito mais gente que o previsto e muitas pessoas de outros locais.

PUBLICIDADE

Essa situação não é incomum no Brasil, em todas as cidades se podem perceber que a demanda é muito maior que a oferta, em vários hospitais públicos as pessoas ficam em cadeiras ao invés de macas, elas mesmas seguram seu soro, pois não têm suporte, dormem sentadas e quando deitam é nos corredores, pois não tem quartos mais disponíveis, são raros os hospitais públicos que conseguem atender seu público de forma humanitária e correspondente a demanda que acontece diariamente e os profissionais sempre estão sobrecarregados.

 

PUBLICIDADE

Mulher é proibida de entrar em zoológico após “caso” com chipanzé: “Direi apenas que estamos tendo um caso”

Comentarista surge ‘pelado’ ao vivo na ESPN e se desespera: “Já estamos no ar?”