in

Mulher é proibida de entrar em zoológico após “caso” com chipanzé: “Direi apenas que estamos tendo um caso”

Um Zoológico na Bélgica proibiu a entrada de uma mulher para visitar os chimpanzés no parque por que teve um caso com um dos primatas, você não leu errado é isso mesmo.

PUBLICIDADE

Um chipanzé que havia chegado no zoológico na Bélgica teve um caso com uma mulher chamada Adie fazia visita ao primata e desenvolver um vínculo estreito com o macaco.

Segundo informações o chimpanzé e a mulher eram próximos, ela disse que ama o animal e ele também a ama, ela não tem mais nada e o que eles estão fazendo e tirando isso dela.

PUBLICIDADE

Adie chegou a questionar sobre a proibição e disse que os dois estavam tendo um caso e que isso não poderia ser impedido, o caso foi divulgado e houve uma grande polêmica, segundo a mulher teve cenas de beijos enviados para ela.

PUBLICIDADE

O Zoológico se expressou diante da repercussão do caso e da tal amizade que os dois tem, alegando que isso está afetando negativamente o relacionamento de chita com outros chimpanzés no zoológico.
Segundo a direção isso está trazendo problemas e acaba afastando chita dos outros grupos de macacos, consideram que isso é muito importante o relacionamento macaco pode ser prejudicado, ele acaba ficando sozinho e pode trazer até depressão posteriormente.

O porta-voz da instalação disse que quer que chita seja chipanzé o máximo possível, ele reconhece que a ama mas Chita tem irmãos e o não envolvimento pode trazer grande prejuízo.

A mulher foi proibida de entrar no zoológico pelo próprio bem-estar do animal, embora seja uma amizade se torna preocupante, mas tudo que estão fazendo é para defender e proteger a saúde do chimpanzé.

 

Menina de 10 anos que foi morta pelos pais em ritual satânico sofreu abuso: “Casal confessou atrocidade, para agradar entidades”

Homem morre na sala de espera de hospital “sem médicos e pacientes no corredor”