in

Vídeo mostra últimos momentos de professor de educação física morto em Araçatuba

Vídeo mostra os últimos momentos de vida do professor de Educação Física Márcio Vitor Poça de 34 anos que foi amarrado no capô de um carro durante o ataque nas agências bancárias em Araçatuba interior de São Paulo.

PUBLICIDADE

https://www.youtube.com/watch?v=5X5n3A70urM&t=41s

O crime aconteceu na última segunda-feira (30) e Márcio Vitor foi usado como escudo humano durante a ação dos criminosos.

PUBLICIDADE

Na gravação é possível ver que Márcio não reagiu chegou a levantar a camiseta para mostrar que não estava armado não levava nada no corpo e criminosos fortemente armados o fez descer do veículo.

A família acredita que ele tenha sido amarrado no cabo para servir de escudo humano para que os policiais não atirasse contra os criminosos e que talvez não tenha conseguido se segurar e tentado fugir e tenha sido baleado, mas até o momento não há nenhuma informação da origem da bala que matou.

PUBLICIDADE

Não sabe se foi de policiais que revidaram ou dos bandidos, as imagens mostram o momento em que as amigas de massa são abordadas por um criminoso com fuzil, uma chegou Implorar para que o colega não fosse levado mas os criminosos o retirou do carro.
Elas disseram que tiveram que descer do veículo pediram pelo amor de Deus porque queriam ir para casa, elas tiveram que ficar dentro do carro abaixada enquanto levava Márcio, as câmeras de segurança mostra que momento da abordagem era por volta da meia-noite.

O professor voltava para casa ele tinha participado de um evento com os amigos quando foi abordado pelos criminosos, a polícia está investigando o ataque, até o momento ninguém foi preso mas os policiais acreditam que se trata de uma facção criminosa especializada em roubo de bancos.

A partir daquela madrugada em Araçatuba tudo se tornou diferente apenas no dia primeiro a rotina voltou ao normal, com o funcionamento do comércio as escolas e as agências de banco mas, o medo ainda impera na cidade.

 

Influencer responde processo após deixar filho de 4 anos sozinho em casa

Patrão é preso após dopar, abusar e perseguir com chantagem empregada doméstica: “Monstro”