in

Absurdo: Três jovens atraem moça, matam com requintes diabólicos para testar se eram psicopatas e como se comportariam após cometer assassinato

Um absurdo fora do normal aconteceu em Goiânia, para testar se uma moça era psicopata e como se completaria caso tirasse a vida de uma pessoa, uma amiga e outros dois comparsas planejaram a morte de Ariano Bárbara Lorena de Oliveira de apenas 18 anos de idade.

PUBLICIDADE

No dia 24 de agosto ela foi dada como desaparecida até que no dia 30 o corpo foi encontrado em uma área de mata.

O delegado responsável pela investigação Marcos de Oliveira deu detalhes sobre a investigação.

Ele disse que três pessoas estavam envolvidos no crime, duas moças e um rapaz eles traçaram O homicídio de Ariane e segundo eles a escolha foi aleatória era para descobrir se uma das garotas tinha envolvimento com o crime.

PUBLICIDADE

Ariane foi atraída no dia 24 foi convidada para comer um lanche, a mensagem no celular foram restauradas e na mensagem ela diz para a mãe que iria sair com alguns amigos mas não retornou mais.
Raíssa Nunes de 19 anos Enzo de 18 e Jefferson de 22 passaram e pegaram Mariane e a partir de então deram início ao plano diabólico.

Os três jovens relataram tudo para o delegado e confessaram o homicídio, segundo os criminosos tudo foi planejado até mesmo a música que tocava no carro na hora do crime.

PUBLICIDADE

Eles escolheram qual música tocasse enquanto eles rodavam de carro pela cidade, Jefferson é que daria o sinal para começar o assassinato, foi um verdadeiro ritual tudo combinado para matar Ariane, ela foi morta dentro do carro.

 

Três pessoas morrem em grave acidente na BR-282 com atletas de vôlei

Criança de 5 anos ingere álcool em gel na escola e médicos deixam alerta aos pais