in

Após continuarem os ataques, pais decidem processar quem questionou a cor da pele de seu bebê

Marcos Davis tem 30 anos e a pouco tempo postou uma publicação onde mostrava o nascimento de seu filho, apesar de ser um momento muito feliz para ele e a esposa que também estava na foto foi um momento triste já que muitos comentários foram insinuações sobre o seu tom de pele.

PUBLICIDADE

A repercussão maior foi quando o pai postou as mensagens que estava recebendo e pediu que as pessoas parassem com isso, entre os comentários as pessoas diziam que o filho não era deles já que tem a pele escura e a criança era branca, diziam também que deviam pedir o DNA porque tinha muita coisa errada nessa história.

Após postar o desabafo Marcos acreditou que iriam parar de atacar a família, mas não aconteceu, comentários como, “pessoas negras não deviam ter filhos brancos”, continuou aparecendo e foi aí que ele tomou uma atitude para conseguir punir essas pessoas.

Marcos foi a delegacia e registou um Boletim de Ocorrência, ele disse que tirou print dos comentários e mensagens e copiou os links dos perfis que estavam atacando a ele o bebê e a esposa.

PUBLICIDADE

O Grupo Especializado no Atendimento a Vítimas de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância de Goias é que está a frente das investigações, vão rastrear todos os perfis e conseguir intimar todas as pessoas que atacaram a família por achar estranho a cor da pele do filho Marcos e Débora.

 

PUBLICIDADE

Criança de 5 anos ingere álcool em gel na escola e médicos deixam alerta aos pais

Jovens matam amiga pois um deles queria saber se era psicopata depois manda mensagem para mãe da menina