in

Professora corta cabelo de criança sem autorização e pai quer 1 milhão de indenização

Colocar filhos em escolas ou contratar pessoas para cuidar deles é sempre um grande problema para os pais, a forma de criar as crianças nossas crenças e valores se diferem de pessoa para pessoa e dificilmente conseguiremos encontrar o lugar a pessoa perfeita para ajudar na criação de nossas crianças.

PUBLICIDADE

Um pai resolveu processar a escola em que sua filha estava matriculada após ter problemas com seus professores por duas vezes seguidas, ele que já havia conversado com a menina uma primeira vez sobre o problema ocorrido decidiu na segunda vez tirar a criança da escola e pedir uma indenização de 1 milhão de dólares.

O problema se iniciou quando a criança chegou em casa com parte do cabelo cortado e disse aos pais que teria sido uma colega de turma que teria feito isso, os pais conversaram com a menina e disseram ser inaceitável e que não deixasse isso acontecer novamente, a criança de 7 anos foi levada ao salão onde arrumaram o seu cabelo.

Em uma segunda ocasião não longe da primeira a menina chegou em casa novamente chorando para o pai e contando que aconteceu novamente dessa vez o cabelo da criança estava bem mais curto e o pai pediu que contasse quem estava fazendo isso, ela então disse que foi a professora.

PUBLICIDADE

Indignado o pai foi ate a escola tirar satisfação a acusada diz que fez isso para que o cabelo da menina ficasse mais uniforme, o pai negro, atesta que isso foi discriminação racial e espera ganhar a causa contra a escola.

 

PUBLICIDADE

Amiga que matou jovem em Goiânia manda mensagem para a mãe de Ariane antes de ser apreendida: “A culpa está me corroendo, me perdoe eu podia ter impedido”

Mulher deixa cachorro em pet shop para tomar banho e em duas horas recebe o animal morto