in

Tarado do Parque: Maníaco condenado a 25 anos de prisão dopou e abusou sexualmente de 13 homens

João Batista Alves Bispo de 49 anos foi acusado de ter cometido 13 estupros contra homens nos últimos 10 anos.

PUBLICIDADE

Bispo foi condenado a mais de 25 anos de prisão a sentença foi proferida na 1ª vara criminal de Brasília.

João Batista determinado como o tarado do Parque ficou conhecido como criminoso e cumpre Pena em regime fechado, em 7 de outubro de 2020 Bispo foi preso preventivamente por policiais da 1ª delegacia.

O cozinheiro na época trabalhava em uma galeria da Asa Sul ele se aproximava de homens dopava com a substância conhecido como Boa Noite Cinderela e abusava.

PUBLICIDADE

O maníaco já está preso na papuda aguarda julgamento e agora foi condenado a 25 anos de prisão, o delegado da 1ª delegacia Marcelo Portela está conduzindo todo inquérito e investigação, disse que a forma de agir é a mesma em todos os casos.
Bispo ia parar locais aglomerados ele parecia que estava buscando algum programa conversava com homens que supostamente seria uma vítima e convidava para beber bebida alcoólica.

Com isso ele colocava a substância, as doses eram tão altas que uma das vítimas chegou a falecer, após isso ele abusava ele convidava para um programa aplicava a medicação, o abuso geralmente acontecia à noite.

PUBLICIDADE

A polícia passou a desconfiar após um dos homens morrerem, ele foi encontrado no parque da cidade tinha cerca de 30 anos, a partir de então iniciou-se a investigação, o exame do Instituto Médico Legal comprovou que havia substância no corpo, eles então perceberam que se tratava de alguém que havia praticado o crime de estupro, após as investigações chegaram em João Batista.

 

Tristeza: Menina de 2 anos morre após ser vítima de choque elétrico emitido do carregador de celular

Confiei no pastor ele aproveitou e abusou da minha filha com transtornos mentais, diz mãe