in

Mãe é demitida enquanto estava de licença-maternidade e recebe R$ 300 mil em indenização

Uma mãe que se sentiu injustiçada após dar à luz a seu bebê entrou com um processo contra a empresa que trabalhava e conseguiu receber uma indenização de um valor impressionante, o caso aconteceu a alguns anos, mas só agora foi decretado o pagamento dos danos morais.

PUBLICIDADE

Sabemos que quando nasce uma criança a mãe muitas das vezes fica mais frágil e acaba se sentindo mais vulneráveis, o fator psicológico e mudanças hormonais contribuem para que insegurança seja ainda maior nesse momento.

Devido a tudo isso em alguns países exitem leis como a do Brasil que garantem o emprego pós, licença maternidade para as mulheres se sentirem um pouco mais seguras e terem mais tranquilidade para lidar com esse momento.

Anastassia Rodin, no entanto, deu à luz e acabou sendo demitida durante a licença maternidade e devido a isso resolveu processar a empresa em que trabalhava já que não conseguiu ter seu direito garantido.

PUBLICIDADE

A mãe conta que não conseguiu se concentrar em cuidar de seu bebê recém-nascida já que foi demitida quando ele tinha poucos dias de vida e toda a preocupação fez com que ela não conseguisse fazer tudo o que precisava inclusive ela alega que sua produção de leite foi prejudicada.

O caso aconteceu em 2017, mas só agora foi decretado o pagamento de um valor equivalente a mais de R$300 mil reais, também foi alegado que a empresa que assumiu o controle do local onde a mãe trabalhava não a procurou para tentar um acordo.

PUBLICIDADE

 

Após confessar ser autora de facadas, mulher fica aliviada ao saber que marido morreu: “Oh que bom! Eu fiz isso, mesmo que me prendessem por 125 milhões de anos valeria a pena”

Menina sobrevive em floresta e é encontrada 2 dias após o desaparecimento “congelando com sede e com fome”