in

Recordista mundial de atletismo é morta a facadas dentro de casa: “Marido é o principal suspeito”

Nessa quarta-feira (13) a Confederação Queniana de atletismo confirmou a morte de Agnes Jabet que foi quarta colocada nas Olimpíadas de Tóquio.

PUBLICIDADE

Segundo informações a jovem de 25 anos foi encontrada morta em casa com sinais de facadas, o principal suspeito é o marido ele é policial até o momento está desaparecido.

Há cerca de um mês a corredora Olímpica chegou a quebrar um recorde em uma prova de rua de 10 km, a confederação informou que o corpo da atleta foi encontrado por vizinhos e eles chegaram escutar uma discussão na madrugada e na manhã desta quarta-feira encontraram ela caída no apartamento com golpes de faca.

O Quênia perdeu um dos grandes atletas gigantes do atletismo que participava de corridas internacionais, a concentração emitiu uma nota lamentando a morte da jovem.

PUBLICIDADE

Disse que eles ficaram muito perturbados ao receber a notícia da morte prematura da medalhista Agnes, enviou seu lamento aos familiares amigos e fãs desejando que todos sejam consolados e esperam que o autor que praticou esse crime bárbaro venha ser punido pelo crime.
Nas redes sociais muitas pessoas se pronunciaram sobre a morte da atleta disseram que em todo mundo as mulheres tem sofrido agressões, homens que não aceitam o fim de relacionamento que impõe a sua posição agridem, psicologicamente fisicamente e são capazes de tirar a própria vida.

Fãs lamentaram nas redes sociais e atletas em todo mundo também lamentaram a morte de Agnes.

PUBLICIDADE

 

Mulher deixa web perplexa ao revelar que divide o marido com a mãe e a irmã mais nova: “Sou esse tipo de esposa, deixo meu marido brincar quando não estou com vontade”

Após confessar ser autora de facadas, mulher fica aliviada ao saber que marido morreu: “Oh que bom! Eu fiz isso, mesmo que me prendessem por 125 milhões de anos valeria a pena”