in

Cabo é encontrado enrolado em turbina do avião que caiu com cantora Marília Mendonça

A Polícia Civil de Caratinga encerrou, nesta segunda-feira (8), a operação de pegar os materiais do avião que caiu em zona rural, com a cantora Marília Mendonça e mais quatro dentro dos quais nenhum sobreviveu, para a realização de perícia.

PUBLICIDADE

De acordo com palavras do delegado regional da Polícia Civil de Caratinga, Ivan Lopes Sales, a polícia encontrou um cabo que estava enrolado em uma das hélices da turbina do avião.

Mesmo com essa informação, o delegado afirmou ser momentaneamente equivocado dizer que esse cabo é o que se rompeu em uma torre de energia da empresa de Minas Gerais (Cemig).

“É verdade que tem um cabo na hélice. Porém, a gente só vai ter certeza que se trata do mesmo cabo, aquele que se rompeu, quando a perícia conseguir finalizar o laudo”, disse ele.

PUBLICIDADE

Ainda segundo ele, os destroços do avião vão ser encaminhados para o Rio de Janeiro nesta última terça-feira (9). Os motores terão Sorocaba (SP) como destino, sem horário específico.“Em uma concordância com o Cenipa, nós decidimos que a aeronave irá para o Rio de Janeiro, para que eles próprios realizem a perícia. Se caso, a Polícia Civil precisar de fazer outras perícias, ela [a aeronave] vai estar à disposição também”, informou ele.

De acordo com a Polícia Civil, o prazo certo para o fim das investigações de uma possível responsabilidade criminal está indefinido.

PUBLICIDADE

“A investigação vai seguindo com os laudos periciais, com relatos de testemunhas, fazendo -se a compatibilidade de documentos relacionados ao caso. A Polícia Civil quer apresentar uma explicação célere, porém ela não significa ser rápida. Ela representa uma resposta técnica, no menor tempo”, finalizou.

 

Henrique e Juliano já haviam sido donos de avião que caiu com Marília Mendonça

Marido revela traição de sua esposa em chá de bebê