in

Caso raríssimo no CE; Criança nasce com cauda de aproximadamente 12 centímetros

Um bebê, que nasceu prematuro de oito meses, nasceu com uma cauda de aproximadamente 12 centímetros e que ainda tinha uma espécie de bola em sua ponta, caso aconteceu em Fortaleza.

PUBLICIDADE

 O fato ocorreu no ano de 2020, porém, só foi ser publicado na Journal of Pediatric Surgery Case Reports, que se trata de uma revista internacional do ramo cientifico, em março de 2021.

 O recém-nascido foi transferido para o Hospital Infantil Albert Sabin (HIAS), localizado na capital. Ali, o bebê passou por avaliações as quais fizeram os médicos decidirem pela realização de uma cirurgia com intuito da retirada da cauda.

De acordo com exames feitos, a retirada da cauda não oferecia nenhum risco neurológico para o bebê, por não haver nervos ou ossos na cauda, diminuindo a complexidade da cirurgia, que foi realizada uma semana depois que a criança deu entrada no hospital.

PUBLICIDADE

Informações passadas pela Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa), dizem que a formação se deu por causa de uma mudança na regressão da cauda embrionária, e que ainda não há etiologia definida para esse tipo de caso, que é raríssimo.A Sesa informou que a criança não sofreu nenhum dano. Na literatura mundial, documento no qual se fazem registros de diversos tipos de ocorrências, só foram encontrados 40 casos semelhantes a esse.

PUBLICIDADE

Em artigos publicados sobre o assunto, os autores dizem que caudas humanas são anomalias muito raras e são definidas como protuberâncias cobertas de pele, que ficam no meio da parte inferior da coluna vertebral.

Médico que participou do resgate de Marília Mendonça afirma “Era impossível estarem vivos”

Henrique e Juliano já haviam sido donos de avião que caiu com Marília Mendonça