in

Músico morre a caminho de clínica para dependentes químicos e quatro pessoas são acusadas

Mais um cantor acabou perdendo a vida essa semana, no último dia 08 o cantor Roberto Padrenosso Filho de 47 anos morreu ao ser transportado em direção e uma clínica para dependentes químicos na cidade de Valinhos.

PUBLICIDADE

O cantor era de Jaú, estado de São Paulo e é mais conhecido como Betinho, a polícia conta que o cantor estava sendo levado para uma clínica e as pessoas que estavam junto a ele foram presas.

Enterro do msico ser em Ja nesta quarta-feira Betinho tinha 47 anos Foto FacebookReproduo

Os homens que estavam no carro disseram que o cantor se jogou para fora do veículo porem a polícia indiciou todos por homicídio sequestro e cárcere privado, dois dos quatro ficaram presos ou outros terão que prestar depoimento e esclarecimento a polícia.

PUBLICIDADE

O carro não era próprio para o transporte e as pessoas que estavam fazendo também não eram credenciadas ou apitas para o trabalho, a irmã do cantor irá prestar esclarecimento para detalhar qual foi o acordo feito com a clínica e dar detalhes sobre a internação.

Ainda não foram emitidos os laudos que podem esclarecer qual o motivo da morte do músico, estes serão emitidos pelo IML, o corpo foi velado e sepultado no município de Jaú onde o artista morava.

PUBLICIDADE

Msico de Ja morreu quando era levado para clnica de reabilitao em Valinhos Foto Facebook Reproduo

A clínica de Valinhos disse que as pessoas que estavam transportando o homem, não são funcionários da clínica e que não houve nenhum pedido de internação feito pela família do músico em questão.

 

Juiz condena casal a 36 anos de prisão por morte de Vitória Gabrielly

Suspeito de estuprar e matar criança de 10 anos é encontrado morto na prisão