in

Mulher descobre que sua sarda ‘fofa’ em formato de coração na verdade se trata de um câncer muito agressivo

Uma mulher tomou um verdadeiro susto quando descobriu que uma sarda que possuía em seu rosto, a qual ela considerava “superfofa” se tratava, na verdade, de um câncer de pele bastante agressivo.

PUBLICIDADE

Kayla Mailer tinha uma sarda com um formato bastante peculiar desde quando tinha seus 12 anos de idade e, com o passar do tempo, o formato de coração foi se tornando mais nítido, e por causa disso as pessoas a elogiavam.

Ela tinha 27 anos de idade quando essa marca de beleza em seu rosto, que ficava no lado esquerdo, foi perdendo o seu formato de coração, além de começar a escurecer.

PUBLICIDADE

A partir desse fato, a moradora de Portland (Oregon, EUA) decidiu que iria a um médico, para ver do que se tratava. A equipe médica então removeu a sarda e a pequena amostra de pele foi enviada para a realização de biópsia.

Cerca de três dias depois desse procedimento, a americana recebeu uma notícia simplesmente devastadora, de que aquela sarda era na verdade, uma forma “muito agressiva” de melanoma.Ela, que é secretária, precisou de passar por uma cirurgia bem complicada, que tinha como objetivo, cortar a pele camada por camada, deixando em seu rosto um buraco bem grande, do tamanho de pepperoni.

PUBLICIDADE

Em seguida foram feitos alguns testes os quais mostraram que, felizmente não havia mais qualquer indício de câncer presente. Sequentemente, Kayla teve de passar por uma cirurgia plástica em seu rosto para fechar a ferida que havia sido aberta na cirurgia.

Hoje, com 32 anos de idade, Kayla decidiu contar a sua história como um tipo de alerta, para que as pessoas deem mais atenção a pele e protejam-se do sol.

“Se a sarda ficasse, eu tinha morrido aos 28 anos. Eu não tinha o costume de me bronzear, e quando era criança, brincava pelo Alabama, na maioria das vezes sem protetor solar, ou pelo menos sem fazer a reaplicação por pelo menos duas horas”, disse ela em entrevista que concedeu ao “Daily Mirror”.

 

Mãe acusa professor de bater na cabeça de seu filho de 6 anos com um grampeador

Idoso é preso por pendurar cachorro em varal