in

Homem que matou adolescente grávida e retirou o bebê de sua barriga para não assumir paternidade é preso em Teresina

O homem, suspeito de assassinar a adolescente Sara Caroliny, de 15 anos de idade, foi um dos detidos na realização da Operação denominada Dandara dos Palmares, pela Polícia Civil nesta última quarta-feira, dia 24.

PUBLICIDADE

O objetivo da operação, era efetuar a prisão dos culpados por feminicídio e/ou tentativa de feminicídio na capital.

A mobilização foi feita pelo Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP), em parceria com a polícia investigativa do feminicídio.

Em entrevista ao g1, a delegada Nayana Paz disse que o homem praticou o crime por que não queria assumir a paternidade do bebê, que ela estava esperando. Ele, depois que matou a mulher, retirou o bebê de sua barriga.

PUBLICIDADE

O corpo de Sara, que naquela época estava grávida de 7 meses, foi encontrado já em avançado estado de decomposição, em 13 de novembro de 2020, bem próximo ao Rodoanel de Teresina.”Ele não queria assumir que o filho era dele e por causa disso decidiu tirar a vida dos dois. Após matá-la, ele tirou o bebê da barriga dela. Nunca encontramos os restos mortais do bebê”, disse a delegada Nayana Paz.

A perícia, através de exames, revelou que Sara Caroliny morreu em decorrência de golpes de arma branca, provavelmente se tratando de uma faca.

PUBLICIDADE

Além do suspeito principal, existe um outro suspeito, que é amigo dele, e que também acabou sendo preso na quarta.

A delegada disse que acredita que o mesmo teve alguma participação no crime. Os dois foram conduzidos para um presídio e vão ficar à disposição da justiça. Eles podem responder pelos crimes de feminicídio e ocultação de cadáver.

 

Enquanto mãe faz prova, menino cuida e alimenta sua irmãzinha

Ninguém é perfeito! Descubra o defeito do seu signo