in

Criança de 10 anos tira a própria vida após sofrer bullying na escola por ter autismo

Em Salt Lake City, uma mãe começou a perceber que sua filha, de apenas 10 anos de idade, estava diferente do habitual desde que começou a quinta série. Ela deixou de ser aquela criança sorridente e brincalhona para uma criança mais triste, e isolada.

PUBLICIDADE

Ela então questionou sua filha sobre o que estaria acontecendo até que a garotinha disse que, um professor sentiu um mal cheiro na sala e teria dito para que os alunos tomassem banho, e imediatamente um colega de classe teria dito que ela fedia, e seria ela a culpada pelo mal odor.

Esse acontecimento foi o limite para a menina Izzy, que era autista e a única negra de sua turma. Ela já foi vítima de diversos casos de bullying anteriores, envolvendo sua cor de pele, uma marca de nascença que possuía em seu rosto etc.

A menina, no dia 6 de novembro, tirou a sua própria vida em sua casa. O suicídio de Izzy, provocou uma gigantesca onda de indignação em relação ao grande número de suicídios de jovens, adolescentes a até mesmo crianças.

PUBLICIDADE

A mãe de Izzy põe a culpa na professora dela, alegando que ela permitia os outros alunos fazerem bullying contra sua filha por não gostar dela. Segundo ela, Izzy, além de seus dois outros filhos, adoravam ir à escola no ano anterior.Mas ela decidiu que sua bandeira não seria a raiva. Ela revelou que fará com que a vida de sua filha tenha importância ao falar sobre o racismo, bullying e como é fundamental ensinar as crianças a compreender o autismo, para que outros pais não sintam a dor que ela sente.

“Os pais não deveriam ter que enterrar seus filhos. Estou em estado de choque. Eu não consigo guardar todos os sentimentos em mim, tenho que os colocar para fora. Izzy, mamãe fará de tudo para que isso não se repita com outra criança”, disse ela.

PUBLICIDADE

 

VIDEO: Menino chora após sofrer racismo “disseram que a cor dele era devido a uma doença contagiosa”

Luto, morre veterana das novelas da Globo aos 75 anos e público lamenta: “Os Melhores estão indo embora”