in

Cachorro que matou criança de 11 anos na Grande BH pertencia a tia da vítima

O menino de apenas 11 anos de idade que acabou morrendo depois de ser atacado por um cachorro cuja raça é pastor-alemão, alimentava o animal há mais de um mês para sua tia.

PUBLICIDADE

O caso aconteceu na noite desta última quarta-feira (15), no bairro Boa Esperança, em São Joaquim de Bicas, que fica localizada na região metropolitana de Belo Horizonte.

De acordo com informações passadas pelos próprios familiares, Fábio da Silva Cruz estava indo todos os dias à casa de sua tia, a qual está realizando uma viagem, para alimentar os dois cachorros dela.

Como o garoto não voltou para casa no horário que costumava voltar, seus pais ficaram preocupados e decidiram procurar por ele no bairro. Depois de algum tempo, eles encontraram o corpo do menino perto da entrada da casa, o qual apresentava muitos ferimentos.

PUBLICIDADE

A Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros receberam chamadas e foram ao local. Ambas as equipes disseram que os cães também os atacaram quando chegaram ao local, e que um deles foi sacrificado.“Era um cachorro tão bravo que conseguiu matar a criança. Ele atacou também a equipe. Então fez-se necessária a utilização de arma de fogo, para que as agressões tivessem fim”, afirmou Amilcar Rossi, capitão da PM.

A tia da criança, dona dos animais, passou muito mal ao saber de tudo o que aconteceu. A mãe do menino teve de ser levada para um hospital. Abalada, uma prima do menino chegou a dizer que os cachorros nunca tiveram nenhum problema com o menino.

PUBLICIDADE

 

Mulher em SP é diagnosticada com doença rara que afeta o equilíbrio e pode parar o coração

Aluno escreve carta implorando por comida e campanha feita acaba ajudando 40 famílias