in

Menino é baleado no réveillon, não sente ferimento próximo ao coração e continua brincando em SP

Um adolescente de 13 anos de idade, precisou de ser internado em Santos, no litoral de São Paulo, depois que foi atingido por uma bala perdida. O projétil ficou alojado bem próximo ao coração. O caso aconteceu durante a virada de ano em São Vicente, cidade vizinha.

PUBLICIDADE

Em entrevista concedida ao g1, a mãe de Guilherme Carvalho da Silva, disse que o menino nem mesmo percebeu que levou um tiro e continuou brincando com os amigos em uma praça, mesmo com o ferimento. O garoto permanece internado, mas seu estado de saúde é bom.

Tudo aconteceu na madrugada do dia 1º, nos primeiros minutos depois da virada do Ano Novo, na Praça Cora Coralina, Catiapoã. A mãe do adolescente, Priscila Sabino da Silva, disse que a família estava toda reunida em frente ao portão da casa onde residem, muito próxima a praça, e as crianças teriam ido a ela, para soltar algumas bombinhas.

“Tínhamos ceado e não passou 30 minutos, ele chegou com a mão no local, falando ‘mãe, estou com uma dor na barriga’, e perguntei se ele tinha corrido, pois estava achando que era indigestão, ele comeu e foi correr. Massageei a barriga dele, e ele não parava de reclamar da dor”, relatou ela.

PUBLICIDADE

Guilherme permaneceu fazendo reclamações de dor, e no momento em que ela suspendeu a camisa dele, notou que havia um “furo” na barriga, e uma pouca quantidade de sangue.Ela se deu conta de que havia a possibilidade de ser uma bala perdida, e o levou com urgência a uma UPA da Zona Noroeste, e ali, confirmou-se que de fato, o ferimento se tratava de uma bala perdida.

O menino foi atendido, e na sequência levado a um hospital de Santos. Depois da realização de alguns exames, foi sabido que a bala adentrou na região abdominal, alojando-se próxima ao coração.

PUBLICIDADE

Uma cirurgia foi feita e um cirurgião torácico fez a avaliação do garoto. “Os médicos me disseram que não é necessário retirar a bala, por que em alguns casos retirar é pior do que deixar. Agradeço a Deus por ele não precisar de passar por mais uma cirurgia”, finalizou Priscila.

 

Mulher arremessa bomba em quintal de casa em Anápolis

Idoso morre depois de cair em vulcão em área fechada no Havaí