in

Família vítima de soterramento estava viajando a Minas Gerais para consolar parentes que estavam em luto

“Todos eles decidiram vir passar o fim de ano com a família, na verdade, a Deisy tinha perdido a irmã dela, que acabou falecendo há uma semana. E eles vieram para dar uma assistência para toda a família”.

PUBLICIDADE

A informação foi passada para o MG1 nesta última terça-feira, dia 11, por parte de José Geraldo Soares, que é primo de Deisy Lúcia Cardoso Alexandrino dos Santos, de 40 anos de idade, que acabou morrendo soterrada em um deslizamento de encosta no interior do condomínio chamado Retiro do Chalé, o qual fica localizado na cidade de Brumadinho, na Região metropolitana de BH, neste último sábado, dia 8.

A mulher se encontrava no carro junto de seu marido, dois filhos e um primo, e todos estavam voltando de férias em família, no momento em que se deu o acidente. Nenhum deles sobreviveu.

PUBLICIDADE

Os corpos referentes às cinco vítimas foram encontrados pelo corpo de bombeiros no período entre a segunda e a madrugada da terça-feira (11), e já foram registrados no boletim da Defesa Civil estadual como mais 5 das diversas vítimas das fortes chuvas em todo o estado.

Cibele Batalha, uma outra prima do casal que morreu, disse ao g1 Minas, nesta terça, que Deisy, Henrique e os filhos, Ana e Vitor, sempre passavam as festas de fim de ano junto dos familiares, em Paula Cândido, que fica na Zona da Mata mineira, mesmo local no qual toda a família vai ser sepultada na manhã de quarta-feira (12).”Não tem sido fácil para toda a família. Deisy, Henrique e as crianças, estavam vindo também para consolar os familiares. Deisy era muito querida por todos, uma professora exemplar, dedicada”, diz Cibele.

PUBLICIDADE

A família residia na cidade de Campo Grande, que fica no Mato Grosso do Sul. Deisy era doutora e professora da UEMS, a Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul. Ela trabalhava na universidade há 6 anos.

Jovem que ingeria 5 litros de energético em todos os fins de semana enfarta em SP

Taxista que matou ex, se deitou ao lado do corpo dela para tirar a própria vida; ‘queria morrer ao lado dela’