in

Receita caseira que pode ajudar a combater de forma eficaz a doença que assola o século: ” Depressão”

Muitas pessoas não sabem que a alimentação pode ser uma grande aliada no combate a doença do século XXI: “a depressão”. A doença ainda é um mistério para a medicina, mas é possível minimizar os efeitos da depressão através da alimentação, lembrando que nem uma receita caseira substitui o tratamento médico.

PUBLICIDADE

1-      Chá de erva de São João

A erva-de-são-joão possui propriedades naturais que são conhecidas como antidepressivos ajudando no bem-estar e na boa disposição para o corpo, porque age diretamente no sistema nervoso gerando sensação de relaxamento e ajudando a reduzir consideravelmente a ansiedade.

2-      Laranja e maçã

PUBLICIDADE

Algumas frutas têm propriedades que atuam diretamente no combate à depressão, porém a laranja e a maçã podem ser utilizadas e bem aproveitadas por causa da vitamina C, do ácido fólico e de outros nutrientes que são altamente benéficos para o organismo.

3- Chá de Salgueiro branco

PUBLICIDADE

O chá do salgueiro branco atua diretamente no sistema nervoso e é capaz de reduzir os sintomas da doença, mas deve ser consumido no máximo três xícaras de chá por dia.

4- Oleaginosas

São os vegetais que são extraídos das sementes, nozes castanhas e amêndoas que tem a função de ajudar a combater o estresse e a ansiedade por causa das gorduras boas e também das funções anti-inflamatórias.5- Vitamina de banana

A banana é rica em potássio, é uma grande aliada contra os sintomas da depressão. Preparar uma vitamina de banana com nozes é preparar um remédio altamente potente contra a doença além de ser natural e sem contraindicação.

Lembrando que nenhuma dessas receitas pode substituir o tratamento médico. Cada pessoa possui um organismo único e é necessária uma avaliação médica em cada caso.

Algumas pessoas podem reagir bem com uma receita caseira enquanto outras não irão obter o mesmo resultado, por esse motivo jamais deixe de consultar o seu médico e procure se alimentar bem e praticar exercícios físicos regularmente.

 

Por que as mulheres obesas correm maior risco de adoecer gravemente do Covid

Dias após dar à luz, mãe que não tomou vacina morre de Covid-19