in

índice de testes positivos para a Covid-19 sobe de 3% para 37%, segundo Fiocruz

Desde que chegou a variante Ômicron, o Brasil tem enfrentado uma nova onda de diversos casos positivos para Covid-19. O índice de positividade de testes realizados todas as semanas por parte da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) apontou que, entre dezembro e janeiro, houve um crescimento de 35 pontos percentuais de positividade para a Covid.

PUBLICIDADE

Em todo o mês de dezembro de 2021, a taxa de casos detectáveis para Sars-CoV-2 que receberam a análise dos laboratórios da Fiocruz foi no percentual de 3%.

Até o último dia 24 de janeiro deste ano, cerca de 37% das amostras se tratavam de positivas para o vírus. A nota emitida por parte da Fundação afirma que “um aumento percentual de casos positivos é notável nas análises de todas as centrais pertencentes a Fiocruz”.

A quantidade de testes que foram analisados também teve um grande aumento. Enquanto no mês de dezembro o número referente aos testes semanais não ultrapassou os 41 mil, no mês de janeiro, o número foi maior que 121 mil amostras coletadas por parte da Fiocruz.

PUBLICIDADE

Diante de tais dados, destaca-se que existiu um aumento de 195%, quando se compara a média das oito semanas que antecederam.De acordo com informações da própria Fiocruz, isso acontece, por causa do aumento do número de testes.

Em um período menor que um mês, a gente mudou de uma média por semana de 25 mil testes feitos com menos de 5% de positivos, para uma situação de processamento que vai crescendo a cada 7 dias e já é maior que 100 mil amostras semanais e 30% de casos positivos”, disse Maria Clara Lippi, que é a coordenadora do Escritório de Testagem da Fiocruz.

PUBLICIDADE

Média de mortes por covid no Brasil fica acima de 600 por dia e assusta a todos

Faculdades e universidades historicamente negras são alvos de ameaças de bombas nos EUA