in

BBB: Patrocinadores conversam com Boninho sobre mudanças para 2022

O público do Big Brother Brasil sabe que as agressões físicas nunca foram toleradas pela produção do programa e são passíveis de punição com expulsão imediata. Entretanto, as agressões psicológicas, por vezes, parecem não receber o mesmo tratamento.

PUBLICIDADE

De encontro a isso, é possível afirmar que desde os primeiros meses da 21ª edição do reality show, que ainda está acontecendo, essa forma de agressão tem se manifestado no confinamento e através de várias formas distintas de discriminação.

Assim, é possível destacar que ainda na última terça-feira (6), o apresentador  Tiago Leifert chegou a tentar dar o recado para os participantes e fez um discurso a respeito do que aconteceu entre Rodolffo e João. Essa, entretanto, não foi a primeira vez que Globo usou o apresentador como veículo para que esse tipo de comportamento fosse interrompido pelos confinados do BBB21.

Nesse sentido, é possível afirmar que os patrocinadores do programa não estão gostando do clima pesado que se instaurou nessa edição, visto que alguns participantes estão sendo humilhados por outros em rede nacional. Assim, algumas marcas que fazem investimentos pesados no reality show acabaram chamando Boninho, o diretor, para uma conversa séria.

PUBLICIDADE

É possível afirmar que representantes das duas partes envolvidas participaram do diálogo, que foi promovido por uma agência de publicidade. De acordo com informações reveladas pelo UOL, durante esse encontro ficou claro que alguma coisa precisará mudar no BBB para a edição de 2022.

 

PUBLICIDADE

Filho morre durante o velório do pai após sofrer mal súbito

BBB21: Caio afirma que votará em Camila no próximo paredão