in

Pastor diz que está orando pela morte do ator Paulo Gustavo, e recebe dura punição

O ator Paulo Gustavo segue internando em um hospital no Rio de Janeiro em estado crítico, após ter sido diagnosticado com Covid-19. Ele está recebendo os cuidados médicos e passando por todos os tratamentos necessário para combater a doença. De acordo com o marido do ator, o dermatologista Thales Bretas, atualmente o comediante tem passado por períodos de altos e baixos em seu tratamento.

PUBLICIDADE

Desde que foi internado com a doença, Paulo que sempre foi muito querido do público brasileiro, vem contando com o apoio das pessoas nas redes sociais, tanto de anônimos quanto de famosos que vem orando pela sua recuperação, para que ele consiga vencer a doença logo. Diversas correntes de oração estão sendo feitas em nome do ator.

No entanto, mesmo que a maioria das pessoas esteja orando para que o ator se recupere logo da doença, ao que tudo indica, nem todo mundo está na torcida pela melhora de Paulo Gustavo. Isso por que recentemente um pastor que faz parte da igreja Assembleia de Deus, se manifestou nas redes sociais, dizendo que estaria orando para que o ator venha a falecer e não se recupere da doença.

Na publicação em questão, o pastor usou de uma foto do comediante para questionar se ele seria a pessoa que todos estão desejando melhora e fazendo orações para sua recuperação. Diante disso, o religioso disparou que ele está na realidade torcendo para que o ‘dono’ leve o ator para junto de si. A foto usada pelo pastor, mostra Paulo Gustavo dentro de uma igreja.

PUBLICIDADE

A declaração do pastor gerou revolta e muitas pessoas comentaram a respeito do fato. Em decorrência disso, vários grupos de LGBTQIA+ e entidades se manifestaram e emitiram uma nota, onde afirmaram que irão processar o pastor pela sua fala homofóbica contra Paulo Gustavo.

 

PUBLICIDADE

Cinco pessoas da mesma família morrem em grave acidente após carreta esmagar carro de passeio na BR-316

Informação extraoficial: Avião cai na Pampulha e deixa um morto e outro em estado gravíssimo