in

Familiares de Agnaldo Timóteo tentam expulsar filha adotiva do cantor de casa

O cantor Agnaldo Timóteo faleceu ainda no dia 3 de abril devido à Cocid-19. Após a morte do cantor, foi feita a leitura do seu testamento e, de acordo com informações veiculadas pela jornalista  Fabíola Reipert, as decisões tomadas por Agnaldo estão causando polêmica entre os seus familiares.

PUBLICIDADE

Assim, é possível afirmar que durante o quadro A Hora da Venenosa, exibido durante o programa Balanço Geral, Fabíola falou a respeito da disputa pela herança do cantor e destacou que os seus familiares atualmente estão tentando expulsar a filha adotiva de Agnaldo, a principal beneficiária do testamento, de casa.

É possível afirmar que o cantor deixou para a menina a sua mansão, avaliada em 15 milhões. Além disso, ele chegou a expressar que gostaria que 50% do seu patrimônio fosse herdado por Keyty, sua filha adotiva, que atualmente tem 14 anos de idade.

Entretanto, existem alguns entraves para que isso venha a se concretizar. O primeiro deles está ligado ao fato de que o processo de adoção de Keyty ainda não havia sido concluído até a morte do cantor. Assim, embora seja permitido por lei que Agnaldo Timóteo tome a decisão de deixar para ela o seu patrimônio, isso ainda pode ser contestado.

PUBLICIDADE

Portanto, os demais parentes do cantor não estão satisfeitos com as instruções deixadas por ele. Assim, ainda durante a sua primeira internação, os seus irmãos teriam tentado expulsar Keyty de casa.

 

PUBLICIDADE

BBB21: Boninho se posiciona sobre Juliette e o “caso da maquiagem”

Homem passa a mão em mulher dentro de ônibus metropolitano e é mobilizado por passageiros até a chegada da polícia